A evolução do futebol como uma fonte investimento

Durante mais de um século, o futebol foi visto apenas como um lazer e uma paixão para o torcedor. O ritual de vestir a camisa do clube de coração e ir para o estádio torcer era o que bastava. Da mesma forma, comemorar a vitória era a maior recompensa que se podia esperar – e estava de bom tamanho.

Porém, com a revolução tecnológica que o mundo vive, não é exagero dizer que essa história mudou. Sim, o futebol continua sendo um momento de extravasar alegria, sofrimento e paixão para a maioria das pessoas; mas qualquer um também pode, além de vibrar com o seu time, passar a investir e ganhar dinheiro com o esporte.

A possibilidade de negócio deixou de ser exclusiva dos chamados “cartolas”, os dirigentes de futebol. Hoje, o esporte se tornou uma fonte de investimento não apenas para os mais abastados, mas também para o cidadão comum, o simples torcedor da arquibancada.

 

Futebol moderno vai além de uma simples partida

Entrando na terceira década do século XXI, podemos dizer que o futebol moderno é um grande negócio e um jogo é bem mais do que os 90 minutos de bola rolando. Até os anos 1980, a receita de bilheteria e de bar era tudo o que um clube esperava receber com um jogo. E o torcedor queria apenas ver seu time jogar.

Hoje, qualquer jogo de futebol pode ser um grande evento, com um enorme potencial de investimento para clubes e torcedores. Com a Lei do Mandante prestes a entrar em vigor, cada time decidirá individualmente seus direitos de transmissão e poderá exibir até mesmo em suas redes sociais, exclusivamente. Com promoções, venda de ingressos virtuais, etc.

Para o torcedor, um jogo de futebol pode significar uma excelente oportunidade de investimento. Cada vez mais crescem no país o número de casas de apostas, como a Pinnacle, que permitem ao apaixonado pelo esporte se debruçar por um jogo de futebol muito antes dele começar, realizar seu investimento, e assistir à partida com um outro olhar, o do negócio.

Investimento em grandes estádios

 

Um retrato da mudança do futebol moderno pode ser observado bem claramente nos palcos para os jogos. Ainda que o romantismo esteja presente para muitos torcedores, em especial os mais antigos, é cada vez mais raro observar nas principais divisões do futebol estádios nos moldes de antigamente, com geral de cimento e torcedores desconfortáveis, comendo coxinha de anteontem.

 

No Brasil, por exemplo, desde a Copa de 2014 que as arenas multiuso se popularizaram. Para os clubes, elas representam um potencial aumento de receita, com sua utilização voltada para outros eventos – como grandes shows – além do simples jogo de futebol.

 

Para os torcedores, as arenas fazem parte do novo conceito de espetáculo / investimento. É possível chegar cedo, passear com a família pelos setores do estádio – como museus -, comer bem e se preparar para torcer. 

 

Investimento em tokens para torcedores e até jogadores

 

Um dos mais recentes e mais modernos modelos de investimento em futebol são os chamados tokens. Essas moedas digitais permitem ao torcedor que as adquira não apenas ajudar seu clube, como se tornar um investidor de fato.

 

Os ativos reais que estão sendo comprados pelas pessoas que adquirem os tokens variam muito de clube para clube. No Cruzeiro, por exemplo, ao comprar um ou mais tokens, na prática o torcedor / investidor está comprando uma fração de um jogador revelado na base do time. 

 

E sempre que esse atleta for negociado e o Cruzeiro receber algo pela negociação, os investidores nos tokens do clube também terão direito a uma fração dessa negociação.

 

Trader esportivo no futebol vs apostas esportivas

 

Um outro modo de investimento no futebol por parte dos apaixonados pelo esporte está no trade esportivo, bem como as já citadas apostas esportivas. Embora sejam parentes, esses investimentos têm diferenças entre si.

 

A principal delas é que o trade é realizado numa bolsa esportiva como a Betfair, a maior do mundo, e envolve a compra e venda das “ações” de um jogo, que, neste caso, são as odds. Também são possíveis investimentos “contra” um evento – é possível apostar a favor de um time ou contra ele.

 

Nas apostas tradicionais, também conhecidas como punting, não há negociação, no sentido de compra e venda, nem é possível apostar contra. Escolhe-se o mercado em que se pretende realizar o investimento – vencedor da partida, gols, handicaps, entre outros -, e se aguarda o resultado para saber se o investimento foi ou não bem sucedido.

 

O importante saber é: em ambos os casos, é importante trabalhar com casas confiáveis. E também, com estudo e dedicação, é possível ser lucrativo e ganhar dinheiro com jogos de futebol.

 

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.