Taça da Patroa – Uma conversa com Anitta – Free Fire Esports

Para celebrar a chegada de Anitta ao Free Fire, a Garena trouxe a Taça da Patroa, um campeonato exclusivamente feminino da modalidade que irá garantir, além do troféu e R$ 10 mil em prêmio, duas vagas na cobiçada Edição do Milhão da C.O.P.A. FF. 

E para começar com o pé direito, nada melhor do que uma conversa com a artista pop global, ícone da competição.

De forma até inesperada, a ideia de uma parceria com o Free Fire surgiu durante as lives da Anitta. A cantora escolheu fazer suas transmissões jogando o battle royale da Garena e logo se apaixonou, e não demorou muito para que os fãs dessem a ideia da artista ter uma personagem dentro do jogo – ideia que logo ocupou sua mente: “Eu pensei: ‘se eu for, tenho que entregar look, quero fazer muitas entregas’. Fizemos várias reuniões e decidimos fazer coisas muito bacanas. Vamos ter várias surpresas, várias entregas para o público. Todo mundo vai amar, tenho certeza”, conta Anitta.

A artista revelou que as negociações já vêm acontecendo há mais de um ano e que participou ativamente da criação de sua personagem: “Eu escolhi cada detalhe da minha bonequinha. Eu e a minha estilista, a gente desenhou cada parte da roupa, cada pedacinho, cabelo, olho, tatuagem, tudo. Fizemos os desenhos, mandamos para eles e, depois, fomos para a parte da aprovação, fazendo as alterações necessárias. Foi um trabalhão”.

A parceria com a Garena lotou ainda mais a já concorrida agenda da artista. Mesmo assim, Anitta consegue se manter sempre próxima ao jogo, que se tornou seu passatempo favorito entre uma viagem e outra: “Eu gosto de jogar no aeroporto, porque fico lá muito tempo sem fazer nada. Então, o momento que eu mais jogo é no aeroporto. E é como se fosse minha casa, porque eu vivo no aeroporto”, revela.

—–

No Brasil, 60% dos jogadores que usam smartphones para se divertir são mulheres. Ainda assim, o cenário competitivo feminino é pouco incentivado e, segundo Anitta, a Taça da Patroa chega para tentar mudar essa realidade e dar mais visibilidade para um mercado que tem tudo para dar certo.

“Eu acho que é bacana demais a visibilidade para mulheres, porque é um mercado que existe e já bomba bastante entre os homens. Em todos os tipos de esportes (eu encaro Free Fire como um esporte, mesmo que online) existe uma barreira, uma dificuldade para as mulheres. Eu acho legal apoiar, dar mais visibilidade para isso”, conta.

E é também nesse sentido que a cantora deixa um recado para todas as mulheres do país que sonham em viver do mercado online, jogadoras ou não do Frifas: “Não desistam dos seus sonhos, não deixem que as pessoas limitem os sonhos e as vontades de vocês. Acho que, principalmente no mundo gamer, no mundo online, existe um preconceito muito grande, e acho que isso pode nos abalar.

O mercado online é hoje um dos maiores do mundo, é uma forma de entretenimento no mundo inteiro. Não deixem que pessoas que estão acostumadas com o que eram antigamente falarem para vocês o que é profissão ou não. Profissão é o que você quiser que seja da sua vida. Então confia muito no seu sonho, batalha muito, se dedica muito e você vai arrasar”, finaliza Anitta.

—–

Realizada diretamente dos estúdios da Garena, em São Paulo, a Taça da Patroa terá transmissão na TV aberta, pela RedeTV!, além dos canais oficiais no YouTube, no TikTok e na BOOYAH!, a partir das 13h. O torneio ainda terá apresentação de Camilota XP, narração de Acelora, comentários de Isa13 e participação da repórter OpzMila. 

Para mais informações de Free Fire, acompanhe as redes sociais da Garena no Facebook, Instagram, Twitter e TikTok.

Free Fire pode ser baixado pela App Store e Google PlayStore.

Fonte: www.ffesportsbr.com.br/2022/05/30/taca-da-patroa-uma-conversa-com-anitta